Artigos Sociais

Celular, o novo órgão do corpo humano

A cada dia que passa nossa sociedade se torna mais e mais individualista. O que era para ser avanço tecnológico, agora se tornou uma interferência digital. Eu digo isso porque a cada segundo eu percebo que a nossa sociedade entra mais e mais em um vício que para certas cabeças é impossível de se desapegar.

A necessidade da inutilidade se torna cada dia mais gritante; não só na realidade Brasileira, mas também em questões mundiais. O que antes era visto como apenas um acessório, agora é tratado como uma droga; um vício que se tornou tão comum que nem mesmo a medicina ousa a se intrometer.

Eu poderia falar de muitos outros objetos, mas hoje decidi tomar parte de apenas um: O celular.

Comercializado no meio dos anos 80 e popularizado nos anos 90 e 2000, o telefone celular surgiu para suprir a necessidade de mobilidade em questões de comunicação; o que de fato aconteceu. Entretanto, como o ser humano não se contenta com o básico, novas versões e novos rumos foram tomando formas com o tempo.

Depois da primeira (1G), da segunda (2G) e da terceira geração (3G); os telefones celulares se tornaram mais do que simples aparelhos comunicativos; eles agora são parte do corpo humano. É praticamente impossível sair de casa sem ele. Se você for ao supermercado e não levar o celular, sua mente vai se perder em pensamentos e isso poderá provocar um curto-circuito no seu cérebro, o que pode te levar a uma asfixia e em certos casos, ânsias e desmaios.

O que eu acho mais engraçado nisso tudo é que ás vezes as pessoas esquecem que, no Brasil, o celular não tem nem ao menos 40 anos. Ou seja, é uma invenção jovem. Diferentemente dos relógios e até mesmo do rádio.

Várias pessoas quando me visitam se surpreendem com o fato de que eu ainda utilizo uma secretária eletrônica e um telefone fixo. Sendo que eu não me lembro do dia em que um telefone fixo e uma secretária eletrônica deixaram de ser úteis. As pessoas hoje estão tão hipnotizadas em um mundo infestado de chips e telas, que elas se esquecem que produtos e serviços analógicos ainda existem e são práticos do mesmo jeito que antes. O problema é que hoje em dia ninguém quer utilizar algo que foi inventado antes dos anos 90; até porque para a maioria deles os anos 90 foi a muito tempo atrás.

Eu reconheço que o advento tecnológico nos trouxe inúmeros benefícios; o problema é que eu também consigo enxergar os problemas que vieram com ele. O telefone celular que antes era usado para falar, hoje faz tudo menos falar. O objeto que foi criado para suprir uma certa necessidade, agora é usado para entreter pessoas-zumbis que não podem passar 10 minutos pensando por si próprio em uma fila (ou lendo, que é muito mais produtivo).

Nos dias de hoje ter um celular é fundamental; a invenção do aparelho em si foi e continua sendo revolucionária. No entanto, sua função principal e útil foi perdida; dando lugar ao um brinquedinho colorido que chama a atenção de adultos e crianças.
Sinceramente, se continuarmos assim nossa sociedade vai se tornar um eterno playground.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s